PARCIALIDADE NO JULGAR É PECADO

PARCIALIDADE NO JULGAR É PECADO

 

“Não farás injustiça no juízo, nem favorecendo o po­bre, nem comprazendo ao grande; com justiça julgarás o teu próximo” (Levítico 19:15).

 

Madre Teresa de Calcutá certa ocasião disse: "Quem jul­ga as pessoas não têm tempo para amá-las”. Concordo, no en­tanto há momento em que o julgamento é inevitável, especial­mente àqueles a quem Deus constituiu por autoridade para jul­gar. No texto acima há dois princípios que devem prevalecer na emissão de juízo de valor. Vejamos:

Primeiro, a injustiça jamais deve prevalecer. O texto diz: “Não farás injustiça”. Deus é justo e qualquer forma de injustiça está na contramão daqueles que amam a Deus. Quem ama a Deus tem prazer em obedecer a esse imperativo: “Não farás injustiça”.

Segundo, seja imparcial. Não favoreça os humildes, nem procure agradar os poderosos, antes julgue, quando for o caso, balizado na imparcialidade. A parcialidade desagrada a Deus. Não importa se a causa se refere a pobres ou ricos a justiça no juízo deve prevalecer.

No texto há dois imperativos, um na forma negativa e ou­tra na forma positiva: “Não farás injustiça” e “com justiça julga­rás o teu próximo”. Não há meio termo. Julgamos baseados na justiça ou injustiça. Como disse Theodore Roosevelt: “A justiça não consiste em ser neutro entre o certo e o errado, mas em descobrir o certo e sustentá-lo, onde quer que ele se encontre, contra o errado”.

 

Oração: Querido Deus, livra-me de emitir juízo de valor ou julgar alguém baseado na parcialidade e injustiça.

AFINS

Ciências pagina 162 à 164

Artes pesquisa

A RESPONSABILIDADE COM O PASSADO

A RESPONSABILIDADE COM O PASSADO

                                                        

“mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo” (Filipenses 3:13,14).

 

O famosíssimo estadista britânico e primeiro-ministro do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial Winston Churchill disse certa ocasião: “Quanto mais longe você conseguir olhar para trás, mais longe você verá para frente”. O texto sagrado acima acrescenta outras verdades sobre a relação passado e futuro. Vejamos:

Primeira, esquecer as coisas que ficaram para trás é uma questão de decisão. O apóstolo Paulo diz:“uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam”. Ninguém pode esquecer o passado por você. É de nossa responsabilidade esquecer o passado ou dar o tratamento devido a ele.

Segunda, esquecer o passado impulsiona a avançar. Quem não consegue esquecer o passado fica paralisado. Esquecer o passado e avançar para o futuro guarda estreita relação. Ninguém avança preso ao passado. “Não importa quantos passos você deu para trás, o importante é quantos passos agora você vai dar pra frente”.

Como tratamos o passado determina para onde estamos indo para o futuro.

 

ORAÇÃO: Querido Deus, ajuda-me a dar o tratamento correto ao passado. Ajuda-me a olhar para o passado como um estímulo para o meu futuro.

A RESPONSABILIDADE DE UMA CONSCIÊNCIA PURA

A RESPONSABILIDADE DE UMA CONSCIÊNCIA PURA

 

“Por isso, também me esforço por ter sempre consciência pura diante de Deus e dos homens” (Atos 24:16).

 

No texto acima o apóstolo Paulo estava se defendendo das acusações feitas contra ele diante do governador Félix. Nas palavras de Paulo há lições preciosas sobre o valor de uma consciência pura. Vejamos:

Primeira, por mais que tentemos nos desvencilhar da culpa dos nossos erros, seja ignorando-os ou culpando outras pessoas, a responsabilidade dos nossos atos é pessoal. Paulo sabia disso, nós precisamos saber disso.

Segunda, a consciência pura é fruto do nosso labor. O texto sagrado acima diz:“me esforço por ter sempre consciência pura”. Consciência pura se adquire com esforço. É de nossa responsabilidade a busca de uma consciência pura. Uma consciência pura se estende para a esfera vertical e horizontal: “diante de Deus e dos homens”.

Terceira, pouco ou nada adianta alguém dizer que está com a consciência pura em relação às pessoas em volta se a consciência acusa em relação a Deus. Deus sabe todas as coisas. Deus sabe o que fizemos, pensamos e falamos.

Alguém já disse que “a vida escreve na consciência de cada criatura o seu documentário com as tintas da responsabilidade pessoal”. Ninguém tem acesso a leitura do documentário escrito em nossa consciência, mas Deus não somente tem acesso como lê cada palavra e interpreta cada motivação.

 

ORAÇÃO: Querido Deus, ajuda-me a me esforçar para viver uma vida que alegre o teu santo coração e sirva de exemplo para aqueles que me cercam. Que ao primeiro sinal da consciência me acusando eu me arrependa e mude pensamentos, palavras, atitudes.

CUIDADO AO ACENDER UMA FOGUEIRA

CUIDADO AO ACENDER UMA FOGUEIRA

 

Se alguém acender uma fogueira no seu campo, e o fogo pegar nos espinheiros e se espalhar pelo campo de outro homem e destruir os feixes de trigo ou as plantações que já estiverem maduras, aquele que acendeu a fogueira pagará todos os prejuízos” (Êxodo 22:6)).

 

Alguém já disse com muita propriedade que “é fácil acender o fogo, difícil é controlar o incêndio”. O texto sagrado acima apresenta algumas verdade sobre isso. Vejamos:

Primeira, antes de acender uma fogueira pense nas consequências. O fogo se alastra com muita rapidez. O que começa sob controle pode sair do controle muito rapidamente. Algumas faíscas já se transformaram em verdadeiros incêndios. Às vezes num ato irresponsável com drogas, sexo, baladas e, quando menos nos damos conta, o incêndio toma conta das nossas vidas em proporções de trágicas. 

Segunda, o que começa em nossa casa pode se estender para outras pessoas. Só um irresponsável acende uma fogueira perto de espinheiros. Espinheiros têm alto poder de combustão. Algumas pessoas não têm o menor cuidado de acender fogo perto de “espinheiros” com altíssimo poder de combustão. Cuidado ao fazer ao perto do seu filho.

Terceira, o provocador de incêndios paga caro. Note o que diz o texto:“aquele que acendeu a fogueira pagará todos os prejuízos”. A falta de responsabilidade pode custar caro. Não fica isento de pagar um alto preço aquele que acende uma fogueira irresponsavelmente.

De fato, “é fácil acender o fogo, difícil é controlar o incêndio”. Que possamos agir com responsabilidade.   

 

ORAÇÃO: Querido Deus, dá-me discernimento e me livra da irresponsabilidade de acender fogueiras que prejudiquem a minha família, irmãos e amigos.

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»