Meditações

SER SÁBIO

SER SÁBIO

 

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. (Tiago 1.5)

 

Sabedoria, como precisamos de sabedoria para viver! Corremos atrás de dinheiro, reconhecimento, oportunidades e tantas coisas. Mas nos enrolamos nas próprias pernas e caímos, por falta de sabedoria.

Quando pensamos em sabedoria, algumas vezes a ideia que fazemos dela é diferente daquela da que Tiago nos aconselha a pedir.

Instigados pela sociedade em que vivemos, buscamos a sabedoria que preserve nossos lucros, que garanta nossas conquistas, que enxergue com a maior antecedência possível as oportunidades que queremos aproveitar. Isso até que pode ser chamada de sabedoria, mas não pode ser classificada como sendo “a sabedoria do alto”. E Tiago se refere a este tipo quando nos aconselha no verso destacado hoje. Mais a frente ele inclusive a caracteriza: “Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera”(Tg 3.17).

A sabedoria que vem de Deus e a priorização do relacionamento de fé, diariamente! Pois a sabedoria é o dom de olhar a vida da maneira certa e discernir o que nela é verdade, tem valor e faz realmente falta! É esse tipo de sabedoria que nos possibilita lutar as lutas certas, da maneira certa, no momento certo e pela razão certa. E assim a vida se acerta.

 

Oração: Querido Deus, sei que é necessário concentrar todas as minhas forças em Te buscar e Te agradar sempre. Quero ser sábio e prudente para viver uma vida que Te agrade. Em nome de Jesus. Amém.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»