Meditações

MORRENDO DE FELICIDADE

MORRENDO DE FELICIDADE

 

“Abre-lhes também os ouvidos para a instrução e manda-lhes que se convertam da iniquidade. Se o ouvirem e o servirem, acabarão seus dias em felicidade e os seus anos em delícias” (Jó 36:11).

 

Quem não quer que seus dias acabem “em felicidade e os seus anos em delícias”? Só alguém que não desfruta de sã consciência poderia negar esse desejo. Mas a grande pergunta é: o que fazer para experimentar este sonho? O texto sagrado acima dá algumas dicas. Vejamos:

Primeira, abra os ouvidos à instrução do Senhor. O texto se refere a instrução vinda da parte de Deus por meio da sua Palavra. Quem tem os ouvidos atentos a instrução do Senhor prepara a visita para a felicidade chegar.

Segunda, converta-se da iniquidade. Iniquidade é a negação deliberada da lei, é a prática da ilegalidade, falta de conformidade com a lei, violação da lei, desacato à lei. Se queremos a visita da felicidade precisamos andar de acordo com a lei de Deus e dos homens. Quem gosta de violar a lei não pode esperar que seus dias “acabarão em felicidade e os seus anos em delícias”.

Terceira, sirva a Deus. Servir a Deus é o segredo da felicidade. O texto aparece em forma de condicionante: “Se o ouvirem e o servirem, acabarão seus dias em felicidade e os seus anos em delícias”. Se queremos morrer de felicidade precisamos servir ao Senhor. Ninguém que não serve ao Senhor pode esperar que seus dias “acabarão em felicidade e os seus anos em delícias”.

Se quisemos morrer de felicidade precisamos atender a três pressupostos: ouvir a instrução do Senhor, nos converter da iniquidade e servir ao Senhor. Fazendo isso nossa causa mortis será: excesso de felicidade!

    .     

ORAÇÃO: Querido Deus, ajuda-me a ter os ouvidos sensíveis a instrução da tua Palavra. Livra-me de estar na contramão da lei e ajuda-me a servir ao Senhor de todo o meu coração.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»