Meditações

FONTE BARRENTA

 

FONTE BARRENTA

 

Como fonte que foi turvada e manancial corrupto, assim é o justo que cede ao perverso” (Provérbios 25:26).

 

Dia 22 de março se comemora anualmente o Dia Mundial da Água. Em recente declaração de integrantes do Programa do Meio Ambiente das Nações da ONU declararam “que mais pessoas morrem hoje por causa da água poluída e contaminada do que por todas as formas de violência, inclusive as guerras”. Água suja mata.

No texto sagrado acima o autor sagrado acena para dois perigos da contaminação de uma pessoa boa. Vejamos:

Primeiro, é possível que uma pessoa boa se deixe influ­enciar por uma pessoa má. A contaminação de pessoas boas é real. Quando isso acontece a pessoa boa torna-se como uma fonte de água barrenta. Dependendo do que se faz a uma fonte cristalina ela pode se tornar uma fonte barrenta. Semelhante­mente, mesmo uma pessoa boa de tanto andar com quem não presta pode se tornar intragável.

Segundo, é possível que alguém que abençoava se torne em fonte de doença. O texto diz que quando “o justo cede ao perverso” se torna como um poço contaminado. Algumas pes­soas se assemelham a um poço contaminado, pois não conseguem mais dessedentar a sede do próximo. Quando “o justo cede ao perverso” se toma um poço contaminado que só serve para atrair doenças.

O texto em apreço é um alerta. Somos responsáveis pela influência que exercermos sobre as pessoas que nos cercam. É verdade que muitas vezes não somos responsáveis pelas atitu­des dos outros, mas há outra verdade: A nossa influência pode ser boa ou ruim. Podemos contribuir para o bem ou mal de al­guém.

 

ORAÇÃO: Querido Deus, livra-me de exercer influên­cia danosa àqueles que me cercam. Ajuda-me a ser uma boa influência na vida de alguém.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»