Meditações

CUIDADO COM O CALOTEIRO

CUIDADO COM O CALOTEIRO

 

“Ai daquele que carrega sobre si dívidas!” (Habacuque 2:6).

 

Conta-se que um certo hóspede ao se identificar enquanto preenchia a ficha de registro disse a dona da pensão:

– A senhora pode não acreditar, mas na última pensão onde estive, a dona da pensão até chorou quando eu saí de lá.

– Acredito, acredito moço, mas aqui isso não vai acontecer, porque o pagamento é adiantado.

O texto sagrado acima é um grito contra aqueles que contraem dívidas e não gostam de pagar. Mas, a questão em si não é o ato de contrair dívida, mas o fato de dever e não pagar. É claro que em algum momento de nossa vida, será necessário pedir ajuda ou mesmo algo emprestado, mas o que a Bíblia restringe é dever e não pagar, fazer dívidas e não pagar. Há várias consequências para pessoas que contraem dívidas e não pagam.

Certamente, a mais danosa é a fama de caloteiro. Ninguém convida um caloteiro para jantar em casa. Ninguém apresenta o homem mais caloteiro da cidade como seu melhor amigo. Pessoas que não gostam de pagar a fama corre rápido. A fama de caloteiro é um peso que aqueles que gostam de contrair dívidas carregarão sobre as costas até que mudem de vida.

Geralmente, caloteiros gostam de ostentar o que não são. Muitos compram uma TV nova só porque o vizinho comprou. Trocam de carro porque o amigo também trocou. A questão é que o amigo tem como pagar! O garotão comprou o celular da moda para impressionar a mocinha, mas não tem nenhum livro comprado para o ano letivo.

É bom aprendermos com a senhora dona da pensão acima: Antes de fazer negócio com caloteiro, receba adiantado.

 

ORAÇÃO: Querido Deus, livra-me de contrair dívidas sem avaliar minha capacidade de pagar.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»